Valdeck Almeida de Jesus
O poeta da verdade!
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus - 2008
Autoria: Valdeck Almeida de Jesus
Ano: 2008
Tamanho: 1 MB
Formato: PDF
Sinopse:
Pré/facies Certa vez recebi pela Internet, a pergunta de uma escritora: “Por que publicar em antologias?” Não sei se era uma indagação capciosa, exatamente qual a intenção. Talvez uma crítica implícita a mim, que participo de um bom número... Quando eu era jovenzinha, antologias seriam apenas para as textos em prosa ou versos de renomados autores. Coletâneas seriam feixes de escritos de pessoas comuns. No entanto, com o advento da Internet, esse conceito mudou. Pois se o poeta - o autor focal desta antologia - antes escrevia para si, ou submetia a jornais seus versos, e eram poucos os que se viam publicados, hodiernamente, há um boom a explodir belezas poéticas, dos lugares comuns dos apaixonados às singularidades de expressão... Se antes muitos morriam e somente então seus versos cometidos eram encontrados, hoje, poeta, famoso ou mão, jamais morrerá, não enquanto lerem, declamarem, repassarem seus versos – o que é muito comum, por e-mails. Os velhos caderninhos são agora, arquivos, pastas. As pessoas postam web designs que ilustram seus escritos. Não raro, quem apenas ilustra, ou faz PPS, acaba tornando-se Poeta. Faz livros virtuais, participa de concursos, enfim, as portas e janelas abriram-se para a livre expansão da alma. Clevane Pessoa de Araújo Lopes, Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil Psicóloga, Poeta Honoris Causa para oito países lusófonos, pelo CBLP; Embaixadora Universal da Paz, pelo Cercle de les Ambassadeurs Univ. de La Paix Genebra, Suíça...
 
Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus - 2007
Autoria: Valdeck Almeida de Jesus
Ano: 2007
Tamanho: 8 MB
Formato: PDF
Sinopse:
A proposta fundamental desta feliz coletânea, concebida e organizada pelo escritor baiano Valdeck Almeida de Jesus, é reunir obras de poetas de todas as tribos: anônimos, não anônimos, líricos, épicos, críticos, concretistas, realistas, naturalistas, ingênuos, regionalistas, universalistas, estreantes e o que mais vier. Com contentamento, vemos publicada a terceira edição deste encontro literário, que vem revelando novos talentos e reafirmando talentos já conhecidos. O Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus é uma porta permanentemente aberta à poesia, ou melhor, à multi-poesia, sem distinção de cor, forma, classe, filosofia ou credos. Para manter a realização deste trabalho o escritor Valdeck arca com todos os custos, é solicitado dos participantes uma pequena contribuição, da qual os autores baianos encontram-se dispensados, conforme determinado na proposta inicial. Os demais participantes, oriundos de diferentes cidades e/ou países, com sua contribuição, ajudam a tornar possível a continuidade deste trabalho. Vagner Paixão Relações Públicas Contato: vagnerpaxrp@hotmail.com
 
Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus - 2006
Autoria: Valdeck Almeida de Jesus
Ano: 2006
Tamanho: 148 KB
Formato: PDF
Sinopse:
Esta Antologia Poética retrata toda a beleza do encontro entre poetas anônimos, que o próprio Escritor Baiano Valdeck Almeida de Jesus, impulsionado pela sua sensibilidade, se dispôs a descobrir novos talentos sem cobrar taxa alguma aos seus conterrâneos e para os demais de outros estados e até mesmo países, apenas uma pequena contribuição. Ele retrata ainda um trabalho que além de pioneiro, visa principalmente a grande importância sócio-econômica e educativa de incentivo para os seus participantes de todo o mundo, já que estimula pessoas não conhecidas a saírem do anonimato e se tornarem conhecidas e reconhecidas por aquilo que são e escrevem. A grande meta desse projeto, não está apenas em tornar público os novos poetas, mas visa em especial a sensatez de um escritor que traz na alma a esperança de ver um Brasil cada vez melhor, pois ele, Valdeck Almeida de Jesus, acredita no potencial de todos aqueles que se tornaram parte fundamental deste livro, e, portanto, se tornaram também habilitados a seguirem sempre em frente agarrando-se a essa chance que se não foi a única, certamente foi aquela que lhe chegou no momento. Ana Maria Faustino (Aninha), é assistida pela equipe-CAPS (Centro de Atenção Psicossocial), Macaíba/RN e escreve sobre Inclusão Social para a coluna de Utilidade Pública da Revista Núcleo Online.
 
Prêmio Literário Valdeck Almeida de Jesus - 2005
Autoria: Valdeck Almeida de Jesus
Ano: 2011
Tamanho: 179 KB
Formato: PDF
Sinopse:
Prefácio Este livro nasceu da necessidade do escritor e poeta baiano, Valdeck Almeida de Jesus, que já possui outros livros publicados, mas que sabe, como ninguém, da dificuldade de um autor novo furar o bloqueio para divulgar seus trabalhos. Experiente em enviar projetos de livros para grandes, médias e pequenas editoras, experiente em ler cartas muito bem escritas, que ao final frizam “infelizmente sua obra não se encaixa na nossa linha editorial” ou “sentimos informar que nossa cota para autores novos acabou de se esgotar” ou, ainda “volte a nos contactar em seis meses”. A ladainha é sempre a mesma, de que poesia não vende, que isso, que aquilo. Na verdade, na verdade, a grande indústria do livro quer mesmo é fingir que incentiva a cultura e a literatura, mas no fundo só busca uma coisa: o lucro, que autores desconhecidos quase não irão lhes proporcionar. Então, ficamos, todos, relegados à periferia da literatura, como indigentes, mendigando espaços em jornais de bairro, panfletando em portas de escolas... Assim, jamais conseguiremos ser conhecidos, não alcançaremos a mídia, o gosto popular. Atento a toda essa luta, a tantas outras lutas mais cruéis e às barreiras quase intransponíveis que se formam com os paredões dos donos da mídia e da cultura brasileira, tento, publicando essa antologia, jogar no mar tenebroso os novos autores aqui selecionados.
 
Feitiço contra o feiticeiro
Autoria: Valdeck Almeida de Jesus
Ano: 2011
Tamanho: 910 KB
Formato: PDF
Sinopse:
A poesia te chama! (Marccelus bragg) Com as alpargatas em prosa, nós que somos desta Bahia das letras – a mesma nação acarajé e mãe de um Castro Alves, Antônio Short e Wally Salomão, vamos aproveitar o momento e dar um aperto de mãos. Dizer um sincero “prazer em te conhecer” ao poeta: Valdeck de Jesus. Este artífice das palavras vem de Jequié. Está na casa dos trinta e é um profissional do turismo. Entende de sol, luz e cultura sertaneja. A sua visão mítica do passado se entusiasma, quando ele se lembra dos folclóricos repentistas das ruas da Cidade Sol. Recorda na sua pródiga imaginação a peleja eterna entre Deus e o Diabo. Uma ilíada. Uma batalha cantada por poetas populares e escutada em versos pela gente mais simples e humilde que não entrega os pontos diante do sofrimento. Da infância o medo, como quase toda criança tem - do lobisomem e do chupa sangue – aquela criatura de negro que desce pelo telhado pra sugar o sangue dos moleques endiabrados. Adulto, Valdeck descobriu que a necrose da alma é fatal quando se sofre do mal de amor. E se for aquele amor impossível? Aquele amor bandido que alguns têm dentro de si e não tem a coragem de fazê-lo livre?
 
Memorial do Inferno. A saga da família Almeida no Jardim do Éden
Autoria: Valdeck Almeida de Jesus
Ano: 2011
Tamanho: 1 MB
Formato: PDF
Sinopse:
O livro retrata o cotidiano e o estilo de vida de uma família tipicamente nordestina. A leveza e a crueza com que o tema da fome e da miséria é tratado prendem a atenção do leitor e o leva a uma reflexão profunda da vida. A narrativa chama o leitor a reavaliar conceitos e posturas diante dos problemas que a vida lhe impõe. É uma história de superação, de vitória.
 
30 Anos de Poesia
Autoria: Valdeck Almeida de Jesus
Ano: 2011
Tamanho: 297 KB
Formato: PDF
Sinopse:
30 páginas, 30 poemas, 30 anos de poesia compactadas em versos ora líricos, ora livres, ora rimáticos, ora Valdeck de Jesus mesmo. O que representa trinta anos de poesia na vida de um autor? O início ou o meio do caminho... Como versou Carlos Drummond de Andrade, "...no meio do caminho tinha uma pedra..." No meio do caminho tinha um obstáculo que alguns encontram ao longo do percurso, como há de ser em qualquer etapa ou estágio da vida. A pedra dantesca a que Drummond se referia, ainda incógnita, hoje tem inúmeros sentidos, análises e leituras semióticas. Afinal, a pedra drumondiana refere-se ao início ou ao meio do percurso? É isto, caros leitores, que o escritor nordestino, "o poeta das flores", ou das rosas, ou da confusão, da alegria-tristeza, do amor-ódio, da vida-morte, poeta (3ª pessoa do presente do indicativo do verbo fictício 'poetar') num divino e pungente paradoxo, em tom lírico que marca etapas difusas, corriqueiras, discrepantes e emblemáticas da vida. Esta 3ª pessoa que escreve faz com que o poeta seja sempre uma 3ª pessoa que vive além do ser empírico. Cenas tacanhas, imagens naturais, esboços de cenário urbano, sentimento e a própria dor do preconceito em páginas sintetizadas ao longo do livro. Num tom pessoal e íntimo, a poesia de Valdeck inicia o correr das páginas ou o início do caminho no ano de 1978, destacando o fim, o sofrimento da morte: "... Andreia Donadon Leal - Poeta e Contista
 
Antologia do Amor
Autoria: Valdeck Almeida de Jesus
Ano: 2010
Tamanho: 218 KB
Formato: PDF
Sinopse:
Falar de amor O amor é uma condição do espírito que se abre à entrega e doação de si mesmo e de suas virtudes, no desejo de fazer ou de contribuir com a felicidade da pessoa amada. Ao longo dos séculos o ser humano vem buscando o encontro com alguém com quem possa dividir suas emoções, realizações e suas dificuldades. Como se vê, é uma "via de mão dupla", onde se procura a reciprocidade de gestos e posturas e onde as pessoas envolvidas se alegram com o contato, a amizade e/ou a relação amorosa. É graças às atitudes corajosas de artistas como estes/as que não têm medo de revelar que são humanos e capazes de vivenciar o amor pleno, que poderemos revelar ao mundo que a vida é para ser vivida em plenitude e que cada ser humano tem a obrigação de ser totalmente feliz. Ivonete Almeida de Jesus Pedagoga, Poetisa e Escritora
 
Poemas que falam
Autoria: Valdeck Almeida de Jesus
Ano: 2007
Tamanho: 243 KB
Formato: PDF
Sinopse:
Livro resultado de concurso realizado na Bienal do Livro da Bahia em 2007.
 
Contos LGBT's - em homenagem a Jean Wyllys
Autoria: Valdeck Almeida de Jesus
Ano: 2010
Tamanho: 279 KB
Formato: PDF
Sinopse:
Doze contos temáticos, escolhidos através de concurso nacional.
 
Ação e Reação
Autoria: Valdeck Almeida de Jesus
Ano: 2005
Tamanho: 1 MB
Formato: EXE
Sinopse:
Livro de pequenos contos.

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
Meu País É Este
Autoria: Valdeck Almeida de Jesus
Ano: 2005
Tamanho: 946 KB
Formato: EXE
Sinopse:
Um livro de mini-contos, em que cada autor dá a sua impressão e visão de nosso país, o Brasil.

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
Ensaio Poético-Literário
Autoria: Valdeck Almeida de Jesus
Ano: 2005
Tamanho: 1 MB
Formato: EXE
Sinopse:
Livro de mini contos. Valdeck está na página 124

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Página 5 de 5 1 2 3 4 5 [«anterior]